Aconteceu nos dias 04 e 05 de novembro o 7º Congresso Científico do UNIFEG

04/11/2019 - CARLOS ALBERTO DA SILVA JÚNIOR -

A direção do Centro Universitário da Fundação Educacional Guaxupé abriu, na noite de segunda-feira, 4 de novembro, o seu 7º Congresso Científico, que abordou o tema "Tecnologia, Ciência e Educação - abordagens transdisciplinares inovadoras". Na noite de estreia, o professor e gestor mercadológico Yuri Trafane ministrou a palestra "Aprendizado 4.0", quando atraiu público expressivo ao Complexo Poliesportivo Dr. Mário Dallora", onde aconteceu a aula especial.

A abertura do Congresso foi conduzida pelo pró-reitor acadêmico do UNIFEG, professor mestre Antônio Carlo Pereira, o Tataio. Evidentemente, feliz por conta da grande adesão de estudantes, o dirigente enfatizou: "É uma noite de festa para a Educação, pois há sete anos, enriquecemos nossos conteúdos com eventos iguais a este. Certo de que esta palestra será um ‘banho de conhecimento’, agradecemos desde já aos alunos, professores,  palestrante e a Deus", disse o pró-reitor, em entrevista ao JOGO SÉRIO.
Dono de vasta experiência acadêmica e no mercado de trabalho, Yuri Trafane falou por cerca de uma hora e meia para a plateia, tendo enfatizado a todo momento a importância de todos serem praticantes do chamado "desenvolvimento continuado": "O único jeito de todos nós sermos felizes é nos transformarmos em "aprendizes infinitos"! Sim, pois, na Revolução Industrial, houve a substituição do trabalho braçal pelas máquinas. Agora, o ponto alto da questão é a revolução intelectual", enfatizou o expositor.
Com didática e uma linguagem bastante universal, o palestrante chamou a atenção sobre as mudanças nos processos de aprendizagem. Sendo assim, destacou a importância do advento da internet: "Estamos falando de tecnologia aplicada ao conhecimento! Ler, tradicionalmente, ainda é um dos mais importantes recursos para se aprender. Porém, vídeos, cinema e até games também são fontes riquíssimas para isto, hoje em dia!", garantiu Trafane. E para provar isso, fez uma dinâmica, por meio de plataforma digital, instantânea, com o público, que opinou sobre a maneira mais agradável para a busca do saber; e os vídeos ganharam disparadamente.
Numa noite muito bem sucedida, a abertura do 7º Congresso Científico foi comemorada por educadores e universitários: "Achei a palestra de hoje muito explicativa, atentando-nos  para os novos meios de obtenção de conhecimento. É isto aí! A modernidade chegou e temos de nos adaptar para melhor usufruirmos dela", destacou o aluno Wendel Pontes Dias Júnior, do 10º período do curso de Engenharia de Produção e Qualidade.
Para a noite de terça, 5, o Congresso constou de apresentações de projetos científicos, realizados pelos universitários, com exposição de trabalhos no formato de varal e apresentações de TCCs em salas de aula. "A pesquisa científica colabora para a construção do conhecimento e a evolução do ser humano na ciência. E as descobertas são importantes não apenas para o pesquisador, mas também para toda a comunidade", ressaltou a professora Elaine Garcia de Oliveira, que atua na área de Publicidade e Propaganda, além de ocupar o cargo de assessora de comunicação das escolas da FUNDEG, ser jornalista e aluna especial do Programa de Mestrado em "Mídia e Tecnologia", da Unesp.

Até dia 20 de novembro
Ainda sobre as apresentações de TCCs, alunos dos  vinte cursos de graduação do UNIFEG realizarão suas exposições às bancas examinadoras até o dia 20 de novembro. Com sete anos de atividades, o Congresso Científico do UNIFEG vai ao encontro da valorização do público-alvo.

Texto de Carlos Alberto da Silva Júnior

Comentários
Dúvidas? Clique Aqui!