Faça sua inscrição
Você está em: Inicio >> Engenharia de Segurança no Trabalho

Apresentação

O Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Engenharia de Segurança do Trabalho visa especializar e habilitar profissionais Engenheiros e Arquitetos para instruir ações estratégicas de preservação e fortalecimento da prevenção e riscos de geração de acidentes e seus correlatos efeitos de perdas e danos físico-humanos, morais-psicológicos e patrimoniais.

A metodologia do curso consiste em ativar competências e habilidades profissionais, que promoverão a inadiável e ativa consciência em prol de atitudes preventivas diante das corretivas, agregando valor, segurança, minimização de riscos e sustentabilidade a pessoas, equipes, aos negócios e operações.

Estrutura do Curso

MODALIDADE DA OFERTA: Pós-Graduação Lato Sensu, modalidade PRESENCIAL, abrangendo um total de 670 horas, das quais cerca de 300 horas serão ofertadas na modalidade à distância - EaD, com aulas quinzenais aos sábados em período integral - 8h às 17h30 (poderá haver mais de 2 encontros mensais, dependendo do calendário)
PERÍODO DE DURAÇÃO ACADÊMICA: 18 meses (em média) - excluídos os períodos de férias e recesso escolares do UNIFEG
INVESTIMENTO: 18 parcelas mensais e sucessivas no valor de R$ 596,16 (para pagamento até dia 10 de cada mês - com valor integral de R$ 701,36 após o dia 10)

Objetivo do Curso

  • Capacitar e habilitar os profissionais formados nas áreas de Engenharia e Arquitetura na elaboração, planejamento e emissão de laudos técnicos  da área da segurança do trabalho, abrangendo seus distintos aspectos, em consonância com as Normas Técnicas Reguladoras e a legislação brasileira.
  • Capacitar profissionais Engenheiros e Arquitetos para realização de inventários, inspeções, diagnósticos e prognósticos ambientais em defesa e proteção da segurança e higiene do trabalho, assegurando os requisitos exigidos pela legislação brasileira
  • Capacitar e habilitar profissionais para planejamento, implantação e execução de atividades vinculadas às Comissões Internas de Prevenção de Acidentes - CIPA;

Perfil do Profissional

Curso destinado a profissionais graduados em cursos de Engenharia ou Arquitetura e Urbanismo, devidamente reconhecidos pelo MEC.

Mercado de Trabalho

Os profissionais Engenheiros e Arquitetos podem gozar da prerrogativa de atuação nas áreas de Engenharia e Segurança do Trabalho com amplas oportunidades de serviços e ótimas remunerações, devido a carência desse profissional especializado em nosso país. Poderá assinar laudos técnicos de segurança do trabalho, conquistando o registro de habilitação aos trabalhos de Engenharia de Segurança do Trabalho no seu diploma de Engenharia ou Arquitetura, junto ao CREA-MG ou no CREA em que encontrar-se devidamente registrado em outros Estados da Federação (desde que atendidas as exigências daquela localidade).

A atuação no mercado de trabalho é ampla: como profissional autônomo, em consultorias técnicas, empresas públicas e privadas, organizações do terceiro setor e principalmente como Auditor ou Perito em demandas junto ao do Poder Judiciário. Há forte demanda de trabalho e serviços para o profissional habilitado em nível de pós-graduação a atuar na área de Engenharia de Segurança do Trabalho, como por exemplo: na indústria da construção civil, indústrias químicas e petroquímicas, indústrias farmacêuticas, indústrias de componentes eletro-eletrônicos, indústria naval, siderúrgicas, metalúrgicas, mineradoras, entre muitas outras.

O site do CREA-MG informa quais os requisitos para pedido de anotação de curso de Engenharia de Segurança do Trabalho, consultado em 01/março/2017 e localizado no endereço: http://www.crea-mg.org.br/fale-conosco/Pages/Perguntas-Frequentes.aspx?segmento=C%C3%A2mara%20Seg.%20Trabalho

Quais os requisitos para pedido de anotação de curso em engenharia de segurança do trabalho no Crea-Minas?

  1. Apresentação de diploma ou certificado, registrado ou revalidado, conforme o caso;
  2. Apresentação de histórico escolar com a indicação das cargas horárias das disciplinas cursadas e da duração total do curso com carga horária igual ou superior a 600 horas;
  3.  A instituição de ensino e o curso devem estar cadastrados no Crea-Minas;
  4. O requerente deve constar na listagem de formandos encaminhada ao Crea-Minas;
  5. O certificado expedido por instituição de ensino de outro Estado deve estar acompanhado de comprovação de autenticidade e comprovação de cadastro da escola e do curso no Crea de origem;
  6. A data de conclusão do curso de especialização em engenharia de segurança do trabalho deve ser posterior à data de conclusão do curso de graduação em engenharia ou agronomia.
  7. Conforme a Lei 7.410/85, a anotação de curso de engenharia de segurança do trabalho somente será permitida aos engenheiros do Sistema Confea/Crea, devidamente registrados no Crea-Minas

Criado em 16/06/2016 16:02 por Carlos Alberto de Oliveira Jr. - Gerência de Comunicação Última modificação à(s) 16/06/2016 16:02 por Carlos Alberto de Oliveira Jr. - Gerência de Comunicação

O mesmo CREA-MG faz constar em suas deliberações da Câmara de Engenharia de Segurança do Trabalho: (endereço:< http://www.crea-mg.org.br/crea-minas/camaras-especializadas/Pages/Camara-de-Seguran%C3%A7a-do-Trabalho.aspx > consultado em 01/março/2017)

A Câmara Especializada (CEEST), órgão decisório da estrutura básica do Crea-MG, tem por finalidade apreciar e julgar assuntos relacionados a Engenharia de Segurança do Trabalho, constituindo a primeira instância de julgamento no âmbito de sua jurisdição. A Câmara representa um espaço especializado para que os profissionais e empresas se informem, tirem duvidas e resolvam pendências no exercício de sua profissão e atividades.

A

Lei 7.410/85 diz no seu art. 1° :
"O exercício da especialização em Engenheiro de Segurança do Trabalho será permitido, exclusivamente:
I - ao Engenheiro ou Arquiteto portador de certificado de conclusão de curso de especialização em Engenharia de Segurança do trabalho, a ser ministrado no País, em nível de Pós Graduação.

 

Corpo Docente

Docentes do UNIFEG e Docentes especialmente convidados de outras Instituições de Ensino do País, com notório conhecimento dos conteúdos.

Matriz Curricular

Módulo 1: 200 horas

Disciplina Carga Horária
Introdução a Engenharia de Segurança do Trabalho 20
Legislação e Normas Técnicas 20
Proteção ao Meio Ambiente 40
Administração Aplicada à Engenharia de Segurança do Trabalho 20
Psicologia na Segurança, Comunicação e Treinamento 20
Perícias Técnicas em insalubridade e periculosidade 30
O Ambiente e as Doenças do Trabalho 50

Módulo 2: 200 horas

Disciplina Carga Horária
Metodologia de Pesquisa Científica 30
Higiene do Trabalho (Agentes físicos, químicos, radiações, etc...) 140
Ergonomia 30

Módulo 3: 270 horas

Disciplina Carga Horária
Gerenciamento de Riscos 60
Prevenção e Controle de Riscos em Máquinas, Equipamentos e Instalações 80
Proteção contra Incêndios e Explosões 60
Tópicos Avançados em Engenharia de Segurança 60
TCC - Trabalho de Conclusão de Curso 10

*Valor da Parcela após o dia 10(dez) de cada mês: R$ 701,36 .
*Inscrições pelo site, a efetivação da sua inscrição será mediante ao pagamento da primeira parcela
**O UNIFEG reserva-se no direito de abrir turmas com o número mínimo de 15(quinze) discentes matriculados.